Mindfulness como plano de bem estar emocional nas empresas.

published on 24 March 2021

4 pontos que ajudam a criar o plano de bem estar emocional para a sua empresa.

Conforme já vimos nos nossos posts mais recentes, os efeitos da pandemia fazem-se sentir em Portugal e no mundo, e o bem-estar emocional da população tem sido bastante afectado.

Um dos pontos mais comuns que tem sido levantado pelas empresas portuguesas é o aumento da incidência de burnout nos colaboradores, com todos os custos que advêm para a empresa e para o indivíduo.  

Ao mesmo tempo surgem várias iniciativas de promoção de meditação e mindfulness para empresas.

Mas será que a prática do mindfulness consegue, por si só, prevenir o burnout?

Um artigo de Luken & Sammons, 2016 demonstrou que existe uma forte evidência que o uso de práticas de mindfulness teve efeitos positivos na redução  de burnout em trabalhadores de saúde e professores.

No entanto, apesar do efeito positivo, é importante que o mindfulness não seja a única solução, mas que faça parte de um programa abrangente de atividades de wellbeing para os colaboradores das empresas. Idealmente este plano é criado e adaptado de acordo com as necessidades da população da empresa em questão, e não um plano genérico e estático que muitas vezes encontramos.

Assim identificamos alguns pontos que consideramos importantes na preparação de um plano de bem estar emocional para empresas:

  • Conhecer a sua população - faça uma pré avaliação da situação e necessidades dos colaboradores 
  • Crie um plano único de acordo com as necessidades identificadas
  • Re-avalie a sua população regularmente
  • Adapte o plano de bem estar emocional consoante os resultados das reavaliações

Obter dados regularmente é de extrema importância porque vai permitir uma adaptação dinâmica do plano que irá garantir uma maior eficácia dos resultados.

Read more

Runs on Unicorn Platform